Portal Terê - Teresópolis toda na Internet

 

 

Já receber...


Glória Perez ganha indenização pela morte da filha

Responsáveis terão de pagar 500 salários mínimos cada um


Daniela Perez foi assassinada em 28 de dezembro de 1992. Em 1999, Glória Perez e Raul Gazolla — mãe e então viúvo da atriz — ajuizaram uma ação indenizatória por danos morais e materiais contra Guilherme de Pádua e Paula Thomaz. A ação foi julgada pela 7ª Câmara Cível do TJ/RJ, sob a relatoria do desembargador Paulo Gustavo Horta.

De acordo com o jornal, após avaliar o pedido, ele fixou o dano moral em 500 salários mínimos para cada um dos autores, condenando ainda os réus ao pagamento das despesas com o sepultamento e funeral, na ordem de cinco salários mínimos, além das custas processuais e honorários de advogado de 10% sobre a condenação.

O acórdão foi publicado no Diário Oficial em maio de 2002. Em outubro de 2002, Glória e Raul iniciaram a cobrança. Mas nenhum dos dois tinham bens a penhorar.

O jornal O Dia destaca que no dia 11 de agosto de 2005, Paula ajuizou ação de autoinsolvência sustentando não possuir patrimônio para saldar a dívida. (proc. 0096206-98.2005.8.19.0001). É como se ela tivesse ‘decretado falência’. A Justiça acatou o pedido de Paula, mas isso não significa que ela não vá ter que pagar. O colunista ressalta que sobre todos os débitos de Paula incidirão correção monetária (Lei 6899 c/c artigo 27 da Lei 9069).
 

Volta