PORTAL DE INTERNET DA CIDADE DE TERESÓPOLIS - RJ - GUIA COMERCIAL

NOTÍCIAS
DE TERESÓPOLIS

GUIA COMERCIAL Tempo Notícias Classificados Eventos Cinema Anuncie FALE CONOSCO

 

Moradias em situação de risco em Teresópolis

Moradores cadastrados para receber Aluguel Social

Os moradores notificados tiveram 48 horas para fazer o cadastro e terão o prazo de um mês para desocuparem os imóveis. Foto: AsCom PMT

Teresópolis, 12/01/2023 - Cerca de 100 moradias no Rosário estão em situação de 'risco iminente'. Os moradores foram notificados e cadastrados para receber o Aluguel Social.

Os moradores notificados tiveram 48 horas para fazer o cadastro e terão o prazo de um mês para desocuparem os imóveis.

“Informo que sua residência se encontra em área de risco iminente”, diz a notificação recebida por cerca de 100 moradias na comunidade do Rosário, na manhã e tarde de 09/01. Numa iniciativa conjunta das secretarias municipais de Defesa Civil e Desenvolvimento Social, duas equipes de brigadistas e funcionários percorreram parte da comunidade avaliada como vulnerável a desastres naturais decorrentes de chuva intensa. As duas equipes foram comandadas pelo Coronel e secretário de Defesa Civil de Teresópolis, Albert Andrade, e pelo Coronel Leal.

Na retaguarda, outra equipe do Desenvolvimento Social, composta por oito assistentes sociais, liderados por Janaína Félix, Cirlene Rocha e Lívia Fermiane, aguardava os moradores que, ao receberem a notificação, se encaminhavam ao escritório improvisado nas dependências da igreja Assembleia de Deus - Ministério Casa de Misericórdia, no local conhecido como Subida do Aurino, em frente ao acesso da Servidão 200. As equipes também tiveram o apoio da AMUR, Associação de Moradores Unidos Pelo Rosário.

Aluguel Social e desocupação dos imóveis

“Apesar das dificuldades e da resistência compreensível dos moradores, esse é um trabalho importante, pois estamos preservando o bem maior do cidadão que é a vida”, explica o Secretário Municipal de Desenvolvimento Social, Valdeck Amaral. A ação presencial do dia 9 de janeiro no Rosário foi de “conscientização da comunidade”, segundo o Coronel Albert. “Todas as casas em situação de risco iminente foram identificadas e mapeadas. Sabemos que boa parte dos moradores têm receio de comparecer à segunda etapa, que é o cadastramento para o aluguel social. Mas é necessário”, completou o coronel.

Quem não compareceu naquele dia ao “escritório” da secretaria de Desenvolvimento Social no Rosário, para fazer o cadastro (com Carteira de Identidade, CPF e Comprovante de Residência), pôde fazê-lo no setor de Habitação da Secretaria, na Avenida Lúcio Meira 375, Várzea (prédio do antigo Fórum). Os moradores notificados tiveram 48 horas para fazer o cadastro e terão o prazo de um mês para desocuparem os imóveis.

Portal Terê com informações da AsCom PMT
 

 

 

Siga o Portal Terê na redes sociais:

 

Copyright Portal Terê ®  Informática Ltda - Teresópolis - RJ - 2001-2023
Expediente - Editoria e Colaboradores - Clique aqui